Emater

21/05/2020

IDR-Paraná retoma o Programa Trator e Equipamentos Solidários para a agricultura familiar

O  IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar Emater) retomou a elaboração de pré-propostas do programa Trator e Implementos Solidários para a agricultores familiares. Interessados em participar do programa devem entrar em contato com os extensionistas  do IDR-Paraná em todo o estado. Desde a sua implantação, em 2007, até 2019,  o programa possibilitou a compra  de 12.206 tratores. A partir de 2015, os agricultores paranaenses passaram a contar também com a possibilidade de financiar colheitadeiras e pulverizadores. Foram adquiridos 53 pulverizadores e 244 colheitadeiras. Em doze anos, o programa liberou R$860.993.186,62 em crédito para agricultores familiares.  Neste mesmo período somente na região de Toledo o programa financiou a compra de 1.336 tratores, 34 colheitadeiras e dois pulverizadores.

Conforme a Nota Técnica da Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento (Seab-Deral) e do Comitê gestor do programa, as máquinas e equipamentos são adquiridos por meio do PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), com juros  anuais de 4,6%  e sete anos para o pagamento. O programa é uma parceria entre a SEAB, o IDR-Paraná, a Fomento Paraná, agentes financeiros e cooperativas de crédito, além de fabricantes de implementos, equipamentos, tratores e máquinas agrícolas.

O Trator Solidário é um programa de cunho social, dirigido especificamente ao agricultor familiar. Os gestores do programa afirmam que  a inadimplência é baixa entre os beneficiários. Para o produtor, é a oportunidade de investir na modernização da atividade agropecuária e no aumento da produtividade.

O programa garante segurança aos beneficiários por meio do Sistema de Equivalência em Produto. Esse  mecanismo é amparado por recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE) e assegura ao tomador do crédito a complementação da poupança anual comprometida para o pagamento do valor da parcela do financiamento, sempre que ela ficar abaixo do valor contratado na cédula rural. Outra vantagem é o preço dos equipamentos, em torno de 10% a 15% menor que o praticado no mercado, mesmo com os valores das máquinas e equipamentos serem ajustados em relação aos valores de 2019.

Por meio do Programa o produtor pode adquirir: tratores, com ou sem cabine, com potência entre de 55/CV e 75/CV; pulverizadores de até 900/l, mecânicos e hidráulicos e colheitadeiras para grãos e cereais, com no mínimo 175/CV.

Pré-propostas
Desde o dia onze deste mês já é possível encaminhar as pré-propostas que serão acatadas pelos agentes financeiros Banco do Brasi SA e Sicoob Central Unicoob, considerando a informação destes agentes sobre a disponibilidade de recursos para investimentos. À medida que outros agentes financeiros se habilitarem ao programa, automaticamente serão incluídos no sistema.

Foi também implementada uma nova sistemática de operacionalização do programa. As pré-propostas serão elaboradas em uma plataforma desenvolvida para este fim, dando maior agilidade e transparência ao processo.
O agricultor interessado em adquirir máquinas e implementos deve procurar a Unidade Municipal do IDR-Paraná, onde será elaborada a pré-proposta para análise cadastral no agente financeiro. Após essa etapa, a pré-proposta segue para a SEAB e é analisada pelo Comitê Gestor do Programa. Depois da aprovação final e inclusão no Sistema de Equivalência em Produto pelo Departamento de Economia Rural da SEAB,  o IDR-Paraná elabora o projeto para encaminhar ao agente financeiro que efetua o financiamento, a liberação, o pagamento e a liberação do equipamento ao beneficiário.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.