Emater

15/05/2020

Programa de Rádio do IDR-Paraná completa 44 anos

O programa de rádio "O Homem e a Terra", produzido pelo IDR- Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater), completou 44 anos de transmissão ininterrupta no último dia 10. Foi o primeiro programa rural no Paraná a ser transmitido por um veículo de comunicação e passou a ser veiculado  em 10 de maio de 1976.

O programa surgiu como um projeto da então Acarpa- posteriormente Emater e agora IDR-Paraná- com o objetivo de divulgar informações gerais sobre a agropecuária paranaense. Era uma forma de falar diretamente com o agricultor, que na época tinha poucos canais de informação. Criado por Josué Gomes Pinheiro e Ivan Anzuateg, o programa  procurava usar a linguagem do agricultor, motivando-o a adotar novas práticas na propriedade. Inicialmente o programa foi levado ao ar na região Sudoeste, mas não demorou muito para chegar a todo o estado. Nesse tempo de existência “O Homem e a Terra” informou o agricultor e também acompanhou grandes acontecimentos do setor agropecuário, como o fim do ciclo do café e o início do ciclo de grãos no Paraná, a partir de 1975. Atualmente os dez minutos diários do programa são transmitidos, de segunda a sexta-feira, por 140 emissoras no Estado. As empresas de comunicação não fazem qualquer pagamento pela transmissão e firmam o compromisso de não alterar o conteúdo informativo do programa. Há tantos anos no ar, "O Homem e a Terra" já faz parte da vida de muitos agricultores.


Para Norberto Ortigara, secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, a boa comunicação é fundamental para que o agricultor tenha conhecimento sobre o que ocorre no mundo, no Brasil, no Paraná e na sua  cidade. Ele lembra a importância de um canal de comunicação com a comunidade rural. "Especialmente para nós que somos da agricultura, comunicar bem ajuda nos nossos negócios,  no avanço da tecnologia, no conhecimento de um jeito novo de fazer as coisas", afirma Ortigara. Ele lembra ainda que são 44 anos de comunicação do Estado com quem está no meio rural e que os profissionais que fazem o programa mostram experiências importantes para o produtor. "Quero desejar uma vida longa ao programa O Homem e a Terra que é importante nessa relação do conhecimento, da ciência, do avanço das técnicas  no meio rural", concluiu. 

Natalino Avance de Souza, diretor presidente do IDR-Paraná, afirma que o programa de rádio vem desempenhando um importante papel ao longo dos últimos anos junto à comunidade rural.  "São 44 anos levando informações à família rural. É uma vida dedicada ao homem do campo. O programa 'O Homem e a Terra' é o caminho mais curto entre a Extensão Rural e seu público que é o homem do campo. Parabéns a todos que fazem desse programa uma referência, uma marca, uma ponte entre a nossa instituição e aqueles para quem nós existimos", destacou Souza.

Durante mais de quatro décadas diversos profissionais fizeram a apresentação do programa "O Homem e a Terra" : Josué Gomes Pinheiro, Reinaldo Camargo, Sergio Luiz, Ramon Ribeiro e, atualmente, Amarildo Alba. Além das emissoras distribuídas por todo o estado, o programa pode ser ouvido no site do IDR-Paraná (www.emater.pr.gov.br).
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.