Campo Mourão

16/03/2020

Forragens de Inverno Melhoradas

Em Iretama os extensionistas do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná - Iapar-Emater organizaram a compra coletiva de sementes de aveia para fortalecer a cadeia produtiva do leite no município. Duas variedades de sementes foram escolhidas: a aveia Iapar 61 e a Iapar 126, mais produtivas do que a aveia comum que tradicionalmente é usada pelos produtores do município. Um grupo de cinco produtores adquiriu 2.180 quilos de sementes das duas variedades e só estão esperando a volta das chuvas para fazerem o plantio.

Segundo o extensionista Jorge André, o investimento nessas sementes é vantajoso para os produtores, pois essas variedades têm ciclos mais longos, possibilitando até sete pastejos. "Isso faz uma diferença muito grande no final das contas. Espera-se o aumento da oferta de alimento aos animais no inverno, buscando a manutenção e até um possível aumento na produtividade leiteira", observou André.

A aveia Iapar 61 tem um ciclo tardio, cerca de 134 dias, desde a emergência até a plena emissão de panículas. A variedade aumenta o rendimento forrageiro e prolonga o período de cobertura do solo. Segundo os técnicos, a Iapar 61 possui elevada produção de matéria seca e baixa decomposição da palhada, o que reduz a população de plantas daninhas e melhora as propriedades químicas, físicas e biológicas do solo.

Um estudo aponta que enquanto a aveia preta comum dá, no máximo três cortes, a Iapar 61 possibilita cinco cortes. Já a aveia Iapar 126 apresenta boa produção de matéria seca, boa capacidade de rebrote, perfilha bem e tem um ciclo de, aproximadamente, 96 dias. A compra conjunta possibilitou aos produtores conseguirem sementes que sequer existem no mercado, além disso, o volume da compra baixou o preço para cada um dos produtores.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.