Campo Mourão

06/06/2018

Manejo de bezerras é tema de reunião de produtores em Roncador

A bovinocultura leiteira é uma das principais atividade desenvolvidas pelos agricultores familiares de Roncador.  A comercialização de leite movimenta aproximadamente R$ 1milhão no município mensalmente. Para fortalecer e aprimorar a tecnologia de produção, os extensionistas do Instituto Emater promovem cursos e reuniões técnica em propriedades.

Em meados de maio, um grupo de 35 produtores esteve no Sítio Formigão, de Mario Onesko, onde está instalada uma Unidade de Referência na produção leiteira. O produtor já está há mais de 30 anos na atividade e relata  que nesse tempo tem se capacitado constantemente, com o objetivo de adquirir conhecimento, diminuir custos e buscar maior eficiência no sistema de produção.

Um dos principais assuntos do encontro entre produtores e técnicos foi o manejo das bezerras. Onesko é considerado um dos melhores criadores da região. Para conseguir bons resultados, o produtor faz o aleitamento  das bezerras conforme o seu peso. Os animais recebem de 5 a 7 litros de leite/dia até completarem dois meses de idade. Em seguida, elas passam a ser alimentadas com a ração de crescimento. Nas etapas seguintes o feno, a ração e a silagem são incluídos na dieta dos animais. Com um ano as bezerras são inseminadas e, aos dois anos, já é feito o primeiro parto.  Atualmente a produtividade do rebanho de Onesko chega a 22 litros/animal dia. Esse resultado tem sido conseguido porque o produtor dá especial atenção à alimentação do rebanho, usando silagem, pastagem de inverno e de verão.  

Durante a visita técnica ao Sítio Formigão, o extensionista Paulo Hiroki, da Unidade Regional do Instituto Emater  de Londrina, falou sobre o manejo correto da bezerra, aleitamento e arraçoamento, controle de verminoses, vacinações e medidas de combate aos bernes e carrapatos.

Fonte - Messias Kalinoski -  Instituto Emater – Unidade Municipal de Roncador. Fone: 44-3575-1355 –email:roncador@emater.pr.gov.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.