Londrina

13/04/2018

Criadores recebem capacitação técnica para produzir leite com mais qualidade

Vinte agricultores das comunidades Tabuleiro e Faxinal Grande, de Guaraci, participaram, 9 e 10 de abril, de um curso sobre Operação e manutenção de equipamentos de ordenha, promovido pela Emate e o Senar. O treinamento aconteceu na propriedade da família Capelari, atendida pelo Instituto.

"Muitos desconheciam que a manutenção de seus equipamentos pudesse ser de tamanha valia para a melhoria da qualidade do leite produzido e até para a saúde do úbere das vacas, pois o equipamento de ordenha deverá ser capaz de ordenhar completamente as vacas, no tempo ideal, sem comprometer a qualidade natural do leite e sem prejudicar a vaca", comenta o médico veterinário da Emater, Willis Adolfo Amatneeks Junior.

O instrutor do curso foi o médico veterinário Itamar Cousseau, do Senar. "Ele apresentou todo o conteúdo do curso, com os participantes bastante atentos às informações que estavam sendo transmitidas, mostrando a fundamental importância de se conhecer os componentes dos equipamentos de ordenha, seu funcionamento e os princípios de manutenção básica" relata Willis.

No segundo dia, foram feitas várias visitas a algumas propriedades do Município. Nesses locais, foram verificados diversos itens componentes da ordenha, anotados pelo instrutor e repassados os resultados aos produtores com as indicações pontuais para serem observadas na próxima manutenção técnica, sendo que algumas providencias poderiam ser tomadas de imediato pelos próprios produtores.

A organização do curso e a motivação e mobilização dos participantes foram de responsabilidade da Emater, realizada através do médico veterinário Willis Adolfo Amatneeks Junior. Foram utilizados recursos do Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias, que custeou o almoço e o lanche da tarde para os participantes.

Willis, em sua fala na abertura do curso, falou sobre a importância de se conhecer os equipamentos de ordenha e seus funcionamentos para se obter um leite de qualidade e com isso conseguir melhor renda para o produtor, visto que as empresas compradoras da região, na sua grande maioria, remuneram também pela qualidade do leite produzido.

No dia ficou definida a realização de mais um curso sobre Manejo na Bovinocultura Leiteira, para o próximo mês de maio.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.