Apucarana

03/04/2018

Emater e Prefeitura de Jandaia do Sul inauguram sala de degustação e classificação de café

A Emater de Jandaia do Sul, com o apoio da Prefeitura local e demais parceiros  (UEM e Capricórnio Coffe) realizou, 22 de março, uma tarde de campo sobre a cultura do café. O encontro técnico aconteceu na propriedade do produtor Wilson Massarenti e reuniu cerca de 100 agricultores do Município e Região.

A tarde de campo tratou de três temas. Um deles foi a “Cadeia de valor do café”, com a professora Doutora Sandra Mara Schiavi Bankuti, da UEM. O outro, "Planejando a lavoura de café para a produtividade e qualidade", com o engenheiro agrônomo Otávio Oliveira da Luz, da Emater de Carlópolis. A terceira estação teve como tema “Café Norte Novo, produzir bem para vender melhor”, com José Antonio Rezende (Bispo), diretor da exportadora Capricórnio Coffes, de Jacarezinho.

No mesmo dia, após a realização das palestras sobre cafeicultura, as autoridades municipais e da região estiveram na sede da Emater de Jandaia do Sul para a inauguração da Sala de degustação e classificação de café, denominada “Engenheiro Agrônomo Antonio Kenji Yoshikava”, que ira atender todos os produtores da região.

Participaram da Inauguração, alem dos produtores de café, o prefeito Ditão, o diretor do Departamento de Agricultura, Salvador Moretti, o chefe do escritório regional da Seab, Mario Bezerra, o gerente regional da Emater de Apucarana, Cristovon Videira Ripol, a professora Sandra Mara Schiavi Bankuti, da UEM,  e José Antonio Rezende (Bispo), diretor da exportadora Capricórnio Coffes, de Jacarezinho.

O  Gerente Regional da Emater de Apucarana agradeceu a presença de todos, ressaltando que o objetivo da Sala de degustação é de ajudar o produtor a  fazer uma melhor classificação do café produzido na região e contribuir com a  exportação de cafés especiais, de uma região com indicação geográfica chamada Café Norte Novo, onde passa o Trópico de Capricórnio.
O Prefeito Ditão, cumprimentando a todos,  enalteceu o trabalho da Emater e cafeicultores na busca por melhorias tecnológicas capazes de contribuir com o aumento da produtividade e agregação de valor ao produto. Salientando, também, que a Sala de degustação, com certeza, vai ajudar na busca destas melhorias e que apesar das dificuldades a agricultura cafeeira para pequenos agricultores ainda é uma boa alternativa.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.