Ivaiporã

05/03/2018

Pitanga: Emater e Prefeitura lançam projeto para fomentar cultura da erva-mate

Emater e Secretaria Municipal da Agricultura e Pecuária de Pitanga, realizaram na última terça-feira, 27 de fevereiro, em Pitanga, uma reunião técnica para o lançamento de um projeto municipal de fomento à cultura da erva-mate. Participaram do evento produtores rurais, autoridades locais e alunos da Casa Familiar Rural que puderam assistir a palestras sobre Crédito rural, Qualidade de mudas e Produção orgânica para exportação e ainda uma exposição de equipamento de alta tecnologia para a poda dos ervais e controle da praga conhecida como besouro corintiano.

O Paraná é o maior produtor nacional de folhas de erva-mate. É uma matéria-prima utilizada na fabricação de bebidas típicas como o chimarrão e o tererê. Também já tem novos usos, como por exemplo, na indústria de cosméticos e de fármacos.

A erva-mate, por ser uma espécie florestal nativa que tolera sombreamento de média intensidade, foi por durante muitas décadas explorada de forma extrativista. Entretanto, a partir dos anos 60, teve o início o desenvolvimento de ervais plantados.

O desenvolvimento de plantios de erva-mate depende, dentre outros aspectos, da aplicação de boas práticas agrícolas e da utilização de mudas de qualidade, o que permitirá maiores índices de sobrevivência no transplante e resistência a estresses ambientais, ocasionando uma maior produtividade e melhor qualidade do produto.

A cultura da erva-mate está presente em 151 municípios do Paraná e é realizada, em sua maioria, por agricultores familiares. No Estado, a erva-mate é o principal produto florestal não madeireiro, considerando a receita gerada aos produtores. Algumas famílias têm a erva-mate como cultivo principal; mas, para um grande número de produtores, a atividade é secundária, apesar de ser responsável pela geração de uma renda para os agricultores.

 

Texto:

Vivian Rank Kerninski

Emater/Pitanga

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.