Cascavel

08/02/2018

Área de fruticultura do Emater traz alternativas para incrementar produção

Trabalhar a tecnologia a fim de motivar o agricultor para incrementar a produção é o principal objetivo do Emater durante o Show Rural 2018 no que diz respeito à fruticultura, uma atividade muito rentável tanto em grandes quanto em pequenas propriedades, mas que exige conhecimento e perseverança.

“Nosso carro chefe aqui é a uva, mas temos várias espécies que podem ser cultivadas, como goiaba, figo, banana, caqui, entre outras. A intenção é mostrar, através das principais espécies cultivadas na região, as alternativas disponíveis para produzir e incrementar a propriedade”, afirma o técnico do Emater Élcio Pavan.

Um dos grandes problemas enfrentados pelos agricultores remete ao fato de a fruticultura ser uma atividade que exige muito trabalho e assessoria especializada para que o produtor adquira gradativamente os conhecimentos essenciais. Segundo Élcio, a dificuldade para entrar no mercado é um dos obstáculos frequentemente observados. “O mercado é muito grande, mas não é tão acessível, então é preciso saber não só produzir, mas também comercializar o produto. Vem muita fruta de fora aqui para a região, enquanto poderíamos cultivar aqui mesmo e vender para o mercado. A dificuldade muitas vezes está na garantia que o produtor precisa dar quanto à regularidade, o que pode atrapalhar sua relação com o comprador”.

Buscar conhecimento acerca de todas as etapas do cultivo e aprender a comercializar são questões indispensáveis para o produtor que almeja lucros expressivos com a fruticultura, uma atividade promissora, mas que exige paciência e dedicação.

Ana Zimermann
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.