Cedraf - Notícias




 Data

Notícia


 07/02/2015  

 

Primeira Reunião do Cedraf em 2015 acontecerá dia 03 de março


A reunião do Conselho de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar do Paraná – Cedraf ocorrerá em 03 de março, nas dependências da Emater, a partir das 8.30 horas.

Entre os assuntos da pauta está prevista a apresentação, por Mary Stela Bischoff da Emater, sobre o desempenho do Programa Brasil Sem Miséria – Fomento as Atividades Produtivas Rurais, do Ministério do Desenvolvimento Social, assim como do programa estadual Família Paranaense, ambos dirigidos a famílias rurais extremamente pobres que foram localizadas e incluídas de acordo com as suas necessidades. Entre os objetivos dos programas destaca-se o de elevar a renda e as condições de bem-estar da população.

Outro tema importante a ser debatido na reunião do Cedrafserá abordado pelo Presidente da Unicafes - Nilceu Evanir Kempf, que pretende abrir debate de maneira ampla, sobre possíveis programas para organização econômica da Agricultura Familiar do Paraná, apresentando uma proposta de Bases para Dinamização Econômica, já presente em outros estados do País.

A reunião será presidida pelo presidente do Cedraf, o Secretário Estadual da Agricultura e Abastecimento Norberto Ortigara, e a maioria dos conselheiros já confirmaram presença na reunião. Mais detalhes da pauta poderão ser verificados na Page do Cedrafque poderá ser acessada no site http://www.emater.pr.gov.br/,

Reuniões das Câmaras Técnicas de Desenvolvimento Territorial e de Ater

Com o objetivo de apreciar assuntos referentes aos temas de suas competências, as câmaras técnicas de Desenvolvimento Territorial e de Ater, realizaram reunião no sentido de deliberar pareceres que embasarão as decisões dos conselheiros.

A Câmara de Aterreunida em 24 de fevereiro analisou e deliberou sobre as solicitações de renovação de credenciamento de Ater junto ao Siater-MDA, das entidades AS-PTA, Adeop, Engeagro e Motirô. Os representantes da câmara ainda debateram sobre a importância de estimular a participação de entidades que não se fazem presentes nas reuniões, mas que podem e devem contribuir na discussão da Ater no estado. O papel da Câmara de Ater não pode se resumir a deliberar sobre credenciamentos, mas deve ampliar o debate sobre a prestação de serviços de Ater junto aos agricultores do Paraná.

A Câmara de Desenvolvimento Territorial analisou a solicitação do município de Palmeira para sua inclusão ao Território Centro Sul, além dos documentos encaminhados pelos Territórios Cantuquiriguaçu e Vale do Ivai, atendendo a recomendação da Resolução 082/2014 do Cedraf. Os integrantes da Câmara de Desenvolvimento territorial ainda discutiram sobre a necessidade de aprimorar os instrumentos de planejamento, avaliação e documentação dos territórios, tendo por objetivo contribuir para que os mesmos mantenham sua historia registrada. Também se discutiu sobre a necessidade de manter um processo de formação e capacitação dos integrantes dos comitês gestores, visando ampliar as ações para além das atividades rurais, considerando o Território como uma unidade de planejamento ampla, em suas diversas dimensões.

   
Recomendar esta página via e-mail: