Projeto de Formação de Agentes de Desenvolvimento

O projeto de Formação de Agentes de Desenvolvimento foi executado no Estado do Paraná, através de convênio firmado entre a Secretaria de Estado da Educação – SEED, Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento – SEAB, Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater e Associação das Casas Familiares Rurais – Arcafar-Sul.

Constitui objeto do projeto a qualificação e ampliação do acesso às políticas públicas pelos agricultores familiares das comunidades rurais pobres através da implementação de processos de capacitação, no intuito de constituir uma Rede de Assistência Técnica e Extensão Rural, em conjunto com a Arcafar e a Emater.

Início do projeto, em 2012 Alunos de Pinhão
Início do Projeto, em 2012 Alunos de Pinhão


Os alunos das Casas Familiares Rurais selecionados participaram do processo de Formação em Agentes de Desenvolvimento Social, em conjunto com os monitores das Casas Familiares Rurais - CFR’s e extensionistas rurais do Instituto Emater.

Foram selecionadas 10 Casas Familiares Rurais, com curso técnico, sendo que cada uma indicou 7 alunos. Também fizeram parte do processo 10 técnicos da Emater e 10 monitores das respectivas CFRs, além dos representantes de Núcleos Regionais da SEED que deram o apoio pedagógico necessário.

Fizeram parte do projeto no ano de 2013, as CFRs dos municípios de: Bituruna, Candido de Abreu, Coronel Vivida, Cruz Machado, Pinhão, Pitanga, Santa Maria do Oeste, Santo Antônio do Sudoeste, São Jorge do Oeste e Sapopema.

Encerram o projeto 64 alunos, os quais receberam capacitação em diagnóstico rural e planejamento participativo, em agroecologia, associativismo e cooperativismo.

Capacitação em DRP Capacitação em Cooperativismo Capacitação em Agroecologia
Capacitação em Desenvolvimento Rural Participativo Capacitação em Cooperativismo Capacitação em Agroecologia

Analisando os resultados do ponto de vista do alcance do objetivo proposto, que era o de qualificar e ampliar o acesso às políticas públicas pelos agricultores familiares das comunidades rurais pobres, conclui-se que o mesmo foi exitoso, uma vez que aproximadamente 900 famílias foram beneficiadas com uma ou mais política pública destinada a área rural, sendo destacadas o Pronaf, o Programa de Moradia Rural – PNHF, PAA e PNAE, programas municipais de análise de solo e distribuição de calcário, ATER, cursos profissionalizantes do Senar. As famílias também foram beneficiadas com programas municipais de melhoria das estradas rurais, proteção de fontes, melhorias no atendimento à saúde nas comunidades rurais.

Veja Mais

Recomendar esta página via e-mail: