Educação Ambiental

O Estado do Paraná tem excelentes condições edafoclimáticas para a produção agropecuária, entretanto utiliza inadequadamente uma parcela importante de seu território com atividades agrícolas intensivas em áreas com declividades acentuadas, solos com alto potencial erosivo e sem a adoção de práticas conservacionistas.

O índice de desmatamento do Estado indica uma situação de perda drástica de vegetação nativa. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (2010), a cobertura florestal, considerando os remanescentes florestais maiores que 3 ha, é de 9,97% da área do Estado.


Dia de Campo sobre Educação Ambiental
Dia de Campo sobre Educação Ambiental

O uso intensivo e indiscriminado de agroquímicos tem provocado o acúmulo de resíduos no solo e na água, causando contaminação do ambiente e dos alimentos.
A sustentabilidade ambiental está embasada na conservação da biodiversidade, no uso adequado dos recursos naturais e na adoção de técnicas corretas de manejo da água, dos solos e dos agroquímicos.

O Instituto Emater orienta os agricultores nos princípios básicos de sustentabilidade ambiental visando:
  • Formar cidadãos conscientes e preparados para preservar o meio ambiente;
  • Consolidar sistemas de produção sustentáveis com a adoção de práticas conservacionistas;
  • O uso adequado de agroquímicos e a destinação correta de embalagens;
  • O saneamento rural, através da destinação correta dos resíduos orgânicos;
  • Produzir alimentos seguros
  • Cumprir a legislação ambiental em todo o processo produtivo

Recomendar esta página via e-mail: